Indústria gaúcha tem maior alta desde 2004

A indústria gaúcha combinou dois trunfos em agosto, segundo a Pesquisa Industrial Mensal de Produção Física (PIM-PR), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Teve o maior crescimento no País, 12,3% no confronto com o mesmo mês de 2017, entre os 14 estados e uma região (Nordeste), e o melhor desempenho interno para o mês desde 2004, quando a alta foi de 13,5%. O dado deste ano é o segundo melhor da série que começou a ser calculada pelo IBGE em 2002. Em 2003, o setor gaúcho havia recuado 7%. Com o retrospecto, o Rio Grande do Sul não só se descolou do baixo crescimento médio nacional, que ficou em 2% há dois meses, como ficou bem longe das maiores bases industriais nacionais, como São Paulo e Minas Gerais, que não saíram de crescimentos módicos de 0,7% e 0,5%, respectivamente, indicando que a recuperação é ainda lenta no conjunto geral da atividade. A alta da produção gaúcha foi puxada por veículos automotores, seguido por celulose e derivados de petróleo. No acumulado do ano, a base local teve avanço de 3,7%, também superior à nacional, que alcançou 2,5%.

Fonte – Jornal do Comércio